Vingadores: Guerra Infinita em Imax 3D (Avengers: Infinity War)

4/27/2018 01:49:00 AM |

Coragem! Essa é a palavra que podemos dizer que define bem "Vingadores: Guerra Infinita", e não apenas por ser um longa com heróis corajosos de enfrentar vilões e tudo mais, mas sim pela coragem que os diretores tiveram para criar um marco dentro da própria empresa, colocando um filme que tem sim piadas espaçadas com boas interações, mas que na maior parte é um longa bem sério, tenso, cheio de excelentes cenas de ação, com uma computação quase perfeita (afinal foi filmado inteiramente com câmeras Imax) e que vai deixar a maioria dos fãs das HQs chocados com o tanto de coisa que acontece, mas que vou ter de escrever bem pouco, afinal qualquer coisa que seja dita poderá ser considerada como um spoiler, e como costumo dizer, sou completamente contra isso, ou seja, vou ter de me conter para falar de cada momento do longa (faça isso com os amigos que virem o longa, e discutam muito, pois dá para falar muitaaaaa coisa após a conferida, só não vale com quem não viu o filme ainda). O único detalhe que deve ser lembrado, e que muitos podem ter esquecido é que o longa tem duas partes, que chamaria Guerra Infinita Parte 1 e Parte 2, mas aparentemente irão dar um outro nome para o longa que estreia ano em 2019 e já está inteiramente gravado com todo mundo guardando imensos segredos de estado, ou seja, como todo filme de duas partes, não espere um fim para esse aqui, embora tenha usado bastante da teoria completa de começo/meio/fim, o que nos faz lembrar muito da ideologia vista em "Senhor Dos Anéis". Dito isso, vamos voltar ao que interessa, o que de bom tecnicamente o longa teve, e posso dizer que fui muito surpreendido com algo que era meu maior medo: um longa com uma tonelada de protagonistas não ter tempo de tela para todos, e incrivelmente conseguiram dividir bem, e deixar como protagonista realmente, o vilão Thanos, que aí sim nos foi mostrado mais quem ele é, seus motes de destruição, e com isso agradar demais. Ou seja, um filme completo, que vai agradar a todos, e já adiantando, tem um 3D muito bom também!

A sinopse mais básica nos conta que os Vingadores já combateram muitos inimigos para manter o mundo a salvo. Agora os heróis têm um dos maiores desafios de suas vidas: enfrentar o déspota celestial Thanos que quer ter total controle sobre o universo e para isso precisa das Joias do Infinito, pedras que representam: Espaço, Mente, Realidade, Poder, Alma e Tempo.

Fazendo uma comparação bem banal, tenho claro que pontuar que o longa embora seja uma novelona com diversos arcos entrelaçados, conseguiu usar isso ao seu completo favor, pois em momento algum os diretores Joe e Anthony Russo deixaram a empolgação cair e mantiveram a estrutura narrativa de um filme mesmo, não necessitando contar o drama do fulano, a morte do ciclano, quem é quem e blablabla, ou seja, se você viu os demais filmes bem, senão aqui você por mais incrível que pareça não vai ficar tão perdido, tudo flui naturalmente como deve ocorrer em uma batalha, com tudo ocorrendo em diversos locais, numa montagem completamente bem coesa e que não se estraga pela grande propriedade, ou seja, o filme funciona sozinho (ou quase, afinal, necessitará e muito da segunda parte no ano que vem) e como disse no começo felizmente deu tempo de tela para que praticamente todos aparecesse, desse seu recado e agradasse, e com uma sintonia tão incrível de boas interações de personagens de diversos elos que mesmo com as leves piadinhas tudo acabou muito bem encaixado e agradou demais. Portanto, podemos dizer que os irmãos Russo foram corajosos demais, primeiro por entregar um ótimo fã-service, mostrando tudo que os fãs desejavam ver, segundo por trabalhar um pouco mais de tensão e fazer um longa mais sério do que as últimas piadas que apareceram, e principalmente por quebrar realmente um filme de heróis em duas partes, pois na hora que acaba, da forma que acaba é um choque imenso em todos na sessão, ou seja, que venha logo 02/05/2019 para sabermos como tudo será resolvido, e nossas diversas indagações sejam concluídas!!

Sobre as interpretações, só vou dizer uma coisa: TODOS estão ótimos, e paro por aqui, pois qualquer coisa escrita aqui seria spoiler, então vou apenas deixar isso e dizer também que a escolha de Josh Brolin como Thanos foi algo muito bem pensado, pois o ator veio mostrando como um vilão deve ser realmente.

Dentro do conceito cênico, tivemos muitos planetas explorados, todos com suas particularidades bem interessantes vistas das duas formas com grandiosos efeitos, diversos elementos cênicos explorados para mostrar cada ato, poderiam ter brincado até mais com a tecnologia de Wakanda, mas acho que preferiram deixar isso para a parte 2, mas de certo modo foram coesos com cada detalhe, para que o filme mostrasse todas as situações, se desenvolvesse em cada ambiente para que conhecêssemos mais de Thanos e seus aliados, visse as explorações dos planetas, e que na hora da grandiosa batalha em ambos os planetas tudo fosse bem exuberante, tanto que os cachorros alienígenas foram incríveis, as máquinas girando, todos atirando e lutando demais ficaram dentro do contexto que um longa com o título guerra valesse cada centavo investido, e o acerto foi muito bem feito. Sobre a fotografia, como era esperado tivemos muitos tons densos e cores para explorar e diferenciar cada ato, porém um detalhe me incomodou um pouco com os tons de roxo tanto de Thanos quanto dos que apareceram em diversos momentos, soando exageradamente artificiais, mas isso é apenas um gosto, pois poderiam ter brincado com algum tom mais realista para realçar melhor.

Quanto do 3D do longa, por ter sido inteiramente filmado com câmeras Imax, puderam brincar muito mais com profundidades, com objetos e personagens saindo e entrando da tela e com isso os elementos deram um charme a mais para a produção. Claro que muitos vão reclamar que queriam muito mais, mas dentre todos os filmes da Marvel acredito que esse tenha sido o que usaram e ousaram com mais detalhes para funcionar na história e não ser apenas jogados na tela, ou seja, vale a pena ver na maior sala que tiver em sua cidade, e claro que aonde tiver Imax fica quase implícito que deve ser visto na mesma tecnologia que foi filmado.

Enfim, não posso dizer que foi perfeito, mas que certamente foi o longa que mais me surpreendeu em detalhes, que fez meu queixo cair umas 2 ou 3 vezes, que me fez sentir algo que a muito tempo não sentia: ansiedade por ter de aguardar um ano para ver uma continuação, e que principalmente usou o tempo todo ao seu favor, pois os 150 minutos passam voando e cada detalhe conta. Claro que quem não for completamente ligado aos filmes de super-heróis da Marvel vai se atrapalhar um pouco, ficar sem entender em algumas cenas, mas o contexto completo como filme de entretenimento, de muita ação, com boas doses cômicas e dramáticas também acaba superando todo o restante. Ainda prefiro "Pantera Negra" como um longa mais denso no Universo Marvel, mas certamente o conjunto completo dos dois longas que teremos será algo que vai entrar pro seleto hall de longas que devemos ver e muito. Ou seja, a recomendação foi feita, acredito que falei tudo o que precisava ser dito sem que colocasse spoilers, e quem for discutir nos comentários também evite dar spoilers, se quiser falar de algo a mais me chame no Facebook, ou mande email privado, mas vamos deixar os amigos que não viram conferir e se surpreender também. Fico por aqui hoje, mas volto amanhã com mais uma estreia, então abraços e até breve.

PS: poderia até remover um coelho pelos deslizes cometidos, mas como fazia tempo que não me surpreendia tanto com um longa, principalmente por ter certeza que ficaria abusivo demais e não ocorreu, que vou deixar a nota máxima por enquanto, e quem sabe se o 2 vier fraco eu reduza lá, mas que poderia dar um 9 ou 9,5 isso com certeza poderia.

9 comentários:

Marlon Santana Costa disse...

Ufa!
Feliz demais com a crítica.
Estava esperando essa crítica tem 2 dias heheh.
Já vi o filme e pude sentir a mesma sensação descrevida aqui.
Enfim um 10.
Achei também que mereceu.
Abraço!

Heitor disse...

Ainda não assisti esse, irei em breve, mas, na minha opinião, Capitão America Soldado Invernal é bem superior ao Pantera Negra, q é um otimo filme sem duvidas, mas não o melhor do Universo Marvel nos cinemas. Comentei agora antes de assistir o filme, pelo fato de deu ter entendido pelo q li q vc preferiu Pantera Negra a esse e estranhei, mas respeito tua opinião, mas quis dar a minha.

Fernando Coelho disse...

Que bom que estava esperando minha crítica para trombarmos Marlon... realmente foi um filmaço!! Agora é esperar 02/05/19 para saber o que realmente rolou!! Abraços!

Fernando Coelho disse...

Olá Heitor, cara gostei muito do Soldado Invernal, aliás dei 10 coelhos na época e saí da sessão maluco no mesmo nível que fiquei agora com esse novo... aliás ali que surgiu meu interesse pela Marvel que não tinha antes... mas Pantera está mais próximo de algo que gosto muito que é tecnologia, então é o que tem de novo... mas gostei muito de ambos e dei 10 para os 3 (acho que ando bonzinho demais rss) Abraços!

Marlon Santana Costa disse...

Kkkkkkkk.

Marlon Santana Costa disse...

Poderia aproveitar que tá bonzinho e fazer uma crítica com spoilers. Hehe.

Marlon Bessa disse...

kkKKK Eu assisti o filme na Pré estreia no IMAX no JK , cara o filme e ótimo. Gostei da sua crítica. E Marlon também 0/

Fernando Coelho disse...

Marlon Santana piadista né... num gosto de spoilers por nada... mas na rádio Difusora andamos dando alguns fora do rumo.. kkkk abraços

Fernando Coelho disse...

Marlon Bessa... Imax é tudo de bom... obrigado por curtir a crítica, abraços!

Postar um comentário

Obrigado por comentar em meu site... desde já agradeço por ler minhas críticas...