Big Pai, Big Filho em 3D (The Son Of Bigfoot)

11/02/2017 07:07:00 PM |

Meu lado preferido das animações anda passeando muito pela Bélgica, pois sempre conseguem criar filmes com simplicidade sem colocar nada exagerado, e ainda criar emoções com a história entregue. Com "Big Pai, Big Filho" temos um contexto bem familiar, aonde acabaram nem explorando tanto a relação do garoto com seus problemas, nem a tentativa da ciência versus natureza, mas ainda assim a trama consegue envolver bastante pela criatividade cênica junto de um 3D de primeira linha que consegue colocar o público quase como personagem da história, andando junto dos protagonistas, correndo dentro da mata e até trombando em muita coisa que sai da tela, ou seja, 92 minutos de muita diversão que até poderia ter ousado um pouco mais para criar mais emoções, mas ainda assim é algo bem bacana de acompanhar.

A sinopse nos conta que Adam é um adolescente que sai em uma missão épica e ousada para tentar descobrir um mistério por trás de seu pai, que está sumido há muito tempo. Até que então ele descobre que seu pai não é ninguém mais, ninguém menos do que o lendário Pé Grande. Ele tem se escondido na floresta há anos para proteger a si mesmo e sua família de HairCo., uma grande corporação que quer fazer experimentos científicos com seu DNA especial. Enquanto pai e o filho começam a passar um tempo juntos, Adam logo descobre que ele também tem super poderes, além de sua imaginação.

O longa que é bem dirigido por Jeremy Degruson e Ben Stassen que fizeram uma das melhores animações 3D que já vi: "As Aventuras de Sammy", sem dúvida me fizeram escolher por ir ver a animação numa sala com a tecnologia, pois certamente com uma história bem simples, esse seria o típico longa que veremos muito nas sessões da tarde de temas infantis, já que a trama bem família acaba não discutindo tantos temas difíceis. E sendo assim, o trabalho dos diretores foram mais de saber como utilizar bem a tecnologia para que tudo fosse bem incorporado, e o resultado final empolgasse de maneira simples e certeira, e felizmente eles conseguiram isso, já que acabamos embarcando na viagem do garotinho para conhecer seu pai, vivenciamos sua aventura junto dos animais e até acabamos torcendo contra o vilão, ou seja, tudo o que se espera ver em uma boa animação com a qualidade esperada de um bom 3D funcional.

Quanto dos personagens, temos de ser bem sinceros que poderia facilmente ter um carisma melhor em todos os protagonistas ao menos, pois o garotinho é singelo demais em suas atitudes, o pai submisso e omisso demais, a mãe acaba jogada para escanteio, e o vilão se acha o rei do mundo dos cabelos, ou seja, acaba sobrando pros animais ter de resolver toda a parada sozinhos divertindo e emocionando o público com suas atitudes bem "humanas". Mas sem dúvida alguma necessitamos pontuar a qualidade das texturas escolhidas, afinal estamos falando de um filme aonde o cabelo é o objeto mais importante da trama, e souberam utilizar completamente esse elemento a favor, criando bons ambientes nesse mundo visual que vivemos, tendo tanto a pelagem dos animais quanto os cabelos de todos os personagens quase vida própria.

Ainda sobre a questão visual do longa, foram bem espertos em não criar tantos cenários, deixando a criatividade se desenvolver bem nos poucos ambientes para que tudo ali fizesse bom uso de materiais e adereços, criando uma ambientação própria, já que como disse o filme não se desenvolve tanto com muitas questões, e sendo assim, o diretor que era antes diretor de arte acabou priorizando o simples para não errar a mão. Com essa simplicidade em mente, a grande sacada ficou por conta das escolhas dos planos cênicos para que tudo tivesse vida e dinâmica, criando sempre ângulos bem colocados e com isso auxiliando ainda mais no 3D da trama. E falando ainda mais sobre a tecnologia, temos muitos momentos de imersão no filme, fazendo, como disse no início, com que entrássemos no longa e nos divertidas junto com tudo o que é jogado para fora da tela, agradando até mais do que a história em si, valendo demais o ingresso mais caro pago.

Outro ponto bem positivo da trama ficou a cargo da boa trilha sonora que acaba até entrando demais no filme, acontecendo por vezes fora do acontecimento em si, mas ao menos ajudou bastante a dar ritmo e criar boas perspectivas na história. Para quem quiser ouvir algumas das canções, fica aqui o link.

Enfim, é um filme bem bacana que ousou pouco em tudo o que poderia extrair dos diversos momentos, afinal como bem sabemos cobaias e experimentos científicos são grandes problemas atuais, e a trama mesmo que de modo simples acaba tocando nessa ferida, mas deixa de lado para que o colorido e as boas piadas divirtam os pequenos e agrade no resultado final. Sendo assim, recomendo a animação para toda a família se divertir com boas sacadas, mas não vá esperando muito, pois a simplicidade domina. Bem é isso pessoal, fico por aqui agora, mas já vou para mais uma sessão, então volto mais tarde para falar o que achei, fiquem por enquanto com meus abraços e até logo mais.

2 comentários:

diana e Bruno disse...

boa noite fernando sou fã do seu site queria um favor seu, teria como vc uma lista com os melhores filmes em 3d que voce assistiu , para mim assistir na minha tv 3d pois gosto muito da tecnologia mesmo assistida em uma tv

Fernando Coelho disse...

Olá Diana e Bruno... fazer lista é algo bem complicado, mas vou tentar montar algo, não digo que sejam todos perfeitos, mas sugiro: "Avatar", "Kong", "As Aventuras de Sammy"(tanto o 1 quanto o 2), "Big Pai, Big Filho", "As Aventuras de Robinson Crusoé", "A Mansão Mágica", "Fúria Sobre Rodas", "XXX Reativado", "Viagem 2: A Ilha Misteriosa", "A Origem Dos Guardiões", "A Lenda Dos Guardiões", "Peter Pan", "Terremoto - A Falha de San Andreas", ... enfim, acho que está bom, tem uma galera que confere mais filmes 3Ds nas TVs e vai saber melhor o que funcionou na telinha, pois já disse algumas vezes que o resultado difere muito da perspectiva de tela, então fica a dica!! Abraços e obrigado por ser fã do site!!

Postar um comentário

Obrigado por comentar em meu site... desde já agradeço por ler minhas críticas...