Valente em 3D

7/14/2012 11:09:00 PM |

Algumas animações vão ficar guardadas sempre em nossos corações, e agora já abri um espaço novo para colocar "Valente", pois o filme é magnífico, emociona e coloca uma lição de moral não necessariamente comum às tradicionais. Mas além de todos os sentimentos possíveis que o filme consegue transmitir com sua boa história, o maior atrativo (principalmente para as crianças, já que a história diria ser de juvenil para adulto) é o visual que conseguiram transmitir de forma tão palpável que os elementos cênicos nem parecem ter sido construídos em computador e sim filmados e convertidos para animação de tão perfeitos que são.

O filme nos mostra Merida, uma habilidosa e impetuosa arqueira, filha do rei Fergus e da rainha Elinor. Determinada a trilhar o próprio caminho, ela desafia um antigo costume considerado sagrado pelos ruidosos senhores da terra: o imponente lorde MacGuffin, o carrancudo Lorde Macintosh e o perverso lorde Dingwall. Involuntariamente, os atos de Merida desencadeiam o caos e a fúria no reino e, quando ela se volta para uma velha feiticeira em busca de ajuda, tem um desejo mal-aventurado concedido. Os perigos resultantes a forçam a descobrir o significado da verdadeira valentia para poder desfazer o brutal curso dos acontecimentos, antes que seja tarde demais.

Só pela sinopse já se enxerga a densidade da trama, embora mesmo lendo eu não estava dando nada para o filme, estava crente de ser mais um filme tradicional da Pixar, que sempre faz boas coisas mesmo que ultimamente tenha derrapado um pouco e não feito coisas tão geniais. Mas apague qualquer impressão negativa que tenha do filme, pois dessa vez se superaram de uma forma impressionante com uma história que quebrou todos os paradigmas tanto do estúdio quanto das histórias de princesas tradicionais, o que deve deixar algumas crianças um pouco decepcionadas, mas alegrar os olhos de jovens e adultos que assistirão à trama e com certeza esconderão lágrimas por trás dos óculos escuros da sessão.

A dublagem e as canções em português estão bem legais, mas pretendo (se vier) assistir a versão legendada que dizem estar melhor ainda com sotaques escoceses. Os personagens todos tem seus trejeitos próprios e são bem caricatos quanto à suas personalidades e isso agrada muito, pois faz com que você assimile facilmente quem é cada um na trama sem que precise ficar se remetendo à outras partes da história. O destaque emocional fica mesmo para a trama entre Merida e sua mãe Elinor, que é feito de forma tão sublime e real que nem parece ser fantasia. A parte cômica fica encarregada do rei Fergus, seus três filhos gêmeos e os filhos dos lordes, todos bem caricatos e fazem do filme uma grande diversão.

A parte gráfica não dá nem para falar, é algo que tem de ser visto com seus próprios olhos, como disse acima parecem ter sido filmados e não desenhados computacionalmente. Tudo tem dimensão, profundidade, sombras, texturas, tanto que chega a beirar a perfeição em alguns momentos. Os planos que optaram no filme também agradam muito, e diferente da maioria das animações temos pans, travelings e tomadas aéreas de uma forma bem condizente quase tão similar a de um filme com atores.

Quanto do 3D, muitos irão reclamar, pois são poucas coisas que vêm para fora da tela, mas no quesito profundidade, ele dá um realismo impressionante de camadas que é possível ir distinguindo a pessoa a frente, o fundo, as plantas mais ao fundo e somente depois um desfoque, o que fica belíssimo na tela. Uma recomendação é que escolham os cinemas que costumam ter mais cores ou salas 4K, pois o filme tem muitas cores que com o óculos 3D devem ser perdidas, e nessas salas dá pra ter uma melhor nitidez.

As canções estão muito bem colocadas e da mesma forma que divertem quando precisa divertir, faz emocionar na mesma medida. A canção final na minha opinião é a mais bela de todas e cai como uma luva para um fechamento sensacional com a frase de efeito escolhida para a personagem dizer. Final sensacional daqueles que dão vontade de aplaudir.

Enfim, é um filme maravilhoso que vale ser visto e revisto muitas vezes e com toda certeza guardado para ver sempre que puder pois a mensagem que deixa é muito boa. Ele estréia somente semana que vem, mas está com várias salas em pré-estréia portanto recomendo com muita certeza para todos, mas como disse algumas crianças podem sair um pouco insatisfeitas com a história, pois não é muito infantil não. Bom é isso, já deu para notar que adorei o filme, tentei me conter ao máximo aos detalhes, pois tudo que falar sobre o filme irei estragar surpresas. Assistam e comentem aqui no blog as impressões que tiveram desse ótimo filme. Fico por aqui, mas amanhã tem mais. Abraços e até breve.


4 comentários:

Allisson disse...

Putz, por aqui onde moro não vai passar em 3D só pq eu estava esperando muito por esse filme hahaha cara eu visisto teu site quase todo dia, magnífico trabalho que você faz aqui, parabéns.

Fernando Coelho disse...

Mas nem na semana que vem Allisson? Que nessa apenas é pré-estréia. Que pena, se der veja em 3D que as camadas estão bem legais, senão veja em 2D mesmo pois a história vale o filme. Obrigado por visitar sempre, é meu vício cinema e como tenho uma péssima memória gosto de colocar aqui minha opinião, muitos podem até não achar profissional o que faço, por falar o que achei e não o que deva ser analisado em um filme, mas prefiro assim, por ter optado pela área de produtor quando fiz a faculdade gosto mais de ver o que o público em geral vai gostar do que ficar cultuando algo que uma minoria fique feliz. Valeu pelo comentário e por sempre estar por aqui, gosto que sempre comente também para discutirmos os filmes. Abraços!

Evil_Man disse...

Acabei de ver o filme e pela primeira vez discordo de você. Esperava um filme mais movimentado. Achei um pouco chato. Pela sinopse parecia ser uma animação baseada em aventura e perigos. Tudo acontece tão tranquilamente que fiquei decepcionado, o tempo ia passando e não via nenhuma aventura. Diferente do "Como Treinar o Seu Dragão", que é uma animação bem mais divertida (acho que essa palavra, aventura, foi o que faltou no Valente). Mas não deixa de ser legal a lição que fica no final, que para mim foi a única coisa interessante do filme.

Fernando Coelho disse...

Olá Evil, pior que revi o filme esses dias e mudei completamente minha opinião... no dia acho que me empolguei demais com ele, pois vendo agora a segunda vez achei chato até demais. "Como Treinar o Seu Dragão" é perfeito, mal posso esperar pelo segundo filme que vem logo mais. É como você disse a lição é boa, mas falto carisma e emoção da aventura... o pior que já deu no Globo de Ouro e tô vendo que vai dar no Oscar esse. Abraços!

Postar um comentário

Obrigado por comentar em meu site... desde já agradeço por ler minhas críticas...