Jogos Vorazes

3/23/2012 07:13:00 PM |

Imagine toda a manipulação que sabemos que existem nos realities shows, agora junte isso com a real briga pelo prêmio, sendo que não são os espectadores que eliminam os participantes, e sim os próprios matando os oponentes. Esse é o enredo de "Jogos Vorazes". Claro que se você já leu o livro sabe até muito mais do que o filme, mas para alguém assim como eu que não sabia nem do que se tratava, a idéia é bem essa. Confesso que quando me falaram sobre o filme, imaginava que pudesse ser algo mais forte, mas quando vi a classificação etária é 14 anos e me li em alguns lugares como "Novo Crepúsculo", já vi que a temática era 100% adolescente. Confirmado ao chegar na sessão das 14:50 e ter na sala nada menos que 47 adolescentes(tive a capacidade de contar) mais o tiozão aqui. O filme não é ruim, mas acho que poderia ser bem melhor caso apelasse pro real sentido da coisa e não ficasse preso ao público que quer atingir, mas isso pensando com um lado não produtor, pensando como um produtor: "Vai fazer rios de dinheiro!!!"

O filme nos mostra, Katniss Everdeen, uma garota que vive em um mundo pós-apocalíptico no país de Panem, onde costumava ser a América do Norte e onde poderosos governantes detém o poder em uma cidade central chamada de Capital. Os Jogos Vorazes são um evento anual na televisão, onde a Capital escolhe uma garota e um garoto de 12 a 18 anos de cada distrito para lutar até a morte. Os Jogos Vorazes existem para demonstrar que ninguém está acima do poder da Capital.

Com essa sinopse mais o que falei sobre a minha visão da idéia do filme, o roteiro é bem esse, tirando que não é mostrado tanto a forma que é a cidade, deixando isso apenas como um ponto sem explicação necessária, mas que cairia bem, apenas mostra que na Capital, diferente do povo do campo que são pessoas normais ao nosso modo de enxergar, vivem as pessoas mais bizarras possíveis(seria isso uma auto-crítica as capitais do mundo??). Tirando isso praticamente nem se fala mais nada das cidades e o foco já fica no jogo em si, sua preparação, manipulação e claro tudo que vemos em realities, mas podendo assistir as manipulações dos próprios produtores do programa.

O diretor Gary Ross, poderia ter se engrandecido mais e claro passar a ser melhor reconhecido, já que tem poucos filmes em sua carreira, mas preferiu ficar seguro e fazer o tradicional, usando uma ou duas câmeras e abordagens diferentes do costume. Não que seja ruim, manter os pés no chão, mas o filme pedia algo mais profundo.

As atuações diferente da direção, estão muito bem colocadas, e por serem jovens todos mostram estar com gás para muitos filmes que virão. Jennifer Lawrence que já havia sido elogiada em "Inverno da Alma" e "X-men: Primeira Classe" se mostra novamente com as boas facetas de interpretação que vimos no primeiro filme citado e dinamicidade/ação que vimos no segundo. Josh Hutcherson mostra que cada ano melhora mais, já estava bacana sua atuação em "Viagem 2: A Ilha Misteriosa", agora está digna de bons trabalhos aparecerem e não precisar mais cair em emboscadas. Stanley Tucci é um Pedro Bial idêntico, apenas com um cabelo azul, mas comete as mesmas gafes do apresentador conhecido, ou seja é bom mas irrita. Wes Bentley e sua barba que ainda irei copiar, é o famoso todo poderoso que faz tudo para o show ficar melhor para os espectadores e se mostra bem em cena. Donald Sutherland tem uma participação pequena no filme como o presidente da capital, mas pelo que ficou indicado no final deve ter uma boa participação no segundo filme/livro. Mas os melhores diálogos do filme estão por incrível que pareça na belíssima interpretação de Lenny Kravitz. Os demais personagens acabam por estar em contato pouco com os atores principais então nem convém falar, mas todos estão bem frente a câmera sem cometer gafes.

Bons efeitos, boa maquiagem, e como falei figurinos estranhíssimos para as pessoas que moram na Capital, mas tudo muito bem feito, acredito que deva ser descrito assim no livro. A equipe de arte também faz o seu dever com a cenografia, embora seja quase 100% rodado o filme numa floresta, mas as cenas iniciais e a da própria Capital, mostra algo bem feito. Como disse a câmera nem foi tão diferenciada, mas a fotografia está agradável principalmente nas cenas de ação e nos momentos de uso do efeito vertigem.

Enfim, o filme agrada, poderia ser bem melhor, mas também poderia ser bem pior caso tivesse seguido o lado meloso que aparentemente existia a tendência. Deve lotar os cinemas, pois pelo que andei vendo o livro é um sucesso de vendas. E recomendo sim como um bom filme, apenas por tudo que ouvi antes achava que poderia ser algo mais evoluído. É isso, fico por aqui, mas essa semana teremos mais dois filmes que atrasaram bem para aparecer aqui no blog e estrearam agora por aqui na região e mais uma pré-estréia, então abraços e até breve pessoal.


6 comentários:

Tarsys Eres disse...

Parabéns Fernando pela critica, sua impressão foi exatamente igual a minha que já li a trilogia.


O filme ficou bem fiel ao livro, mas infelizmente não conseguiu passar a emoção, os sentimentos de medo, insegurança, revolta pelo sistema cruel e injusto da capital que o livro nos passa perfeitamente. Achei que as cenas no distrito são muito rápidas, e não mostrou toda a miserabilidade dos distritos, da necessidade que Katniss e Gale passam e por isso quebram as regras.

Ficou muito superficial, eu esperava mais na arena, não precisava de um banho de sangue, mas um pouco mais de violência, que o livro passa. Acho que o erro do filme foi ficar em cima do muro e não se decidir qual seria seu publico alvo. Pegou leve nas cenas de violência mirando o publico mais jovem, porém, pelo jeito que focaram mais na preparação deles para entrar na arena, não acho que seja suficiente para cativar esse publico.

Por outro lado, a leveza nas cenas da arena não irá cativar o público mais velho, pois, faltou ação. Sei lá estava todo mundo limpinho, bonitinho demais, comedido, nem parece que passaram por fogo, vespas assassinas e estavam sendo perseguidos por assassino cruéis.
Quanto as atuações, Woody e Elisabeth, Josh estão muito bem com seu Haymitch, Effie e Peeta respectivamente.

Eu acrescentaria a atuação do Tucci com seu Caeaser foi sensacional, tipo ficou muito bom, ficou igual àqueles comentaristas sem noção de jogos de futebol, como o Neto, Denílson entre outros, comentando os lances mais importantes e os que merecem replay, sério eu achei ótimo a interação dele com o Cláudius, mostrou que aquilo é um programa, entretenimento por mais cruel que seja.

O filme é muito melhor que muitas outras adaptações de obras literárias que já saíram, mas ficou a sensação de que tinha potencial para ser melhor.

Rodrigo Duarte disse...

Fernando, parabéns pelo blog! Acho que encontrei alguém que frequenta mais as salas de cinemas do que eu.
Saudações Cinéfilas.
Abraço.

Fernando Coelho disse...

Nossa Tarsys, que maravilha esse seu incremento aqui no blog!!! Adorei mesmo, pois justamente precisava da opinião de alguém que leu o livro. Que bom que minha impressão ficou parecida com a sua. E com certeza, que venha o próximo que acredito que o diretor estará mais "à vontade" de poder mexer no livro e por mais velocidade à trama. Abraços.

Fernando Coelho disse...

Olá Rodrigo, obrigado por gostar daqui. Realmente é um vicio que tenho e me coloquei para ver tudo que aparecer, esse ano sei que pegarei diversas coisas ruins pelo que andei sondando, mas é a vida, não podemos nos omitir e ver somente o que queremos ver, assim fica fácil ser crítico e falar que algo é ruim sendo que não viu algo que realmente é ruim. Abraços.

EderGustavo disse...

Fernando, o filme tem emoção até o final. Mas não passa disso. É legalzinho, porém a história é bem vaga e superficial. O que agrada no filme mesmo é só a luta pela sobrevivência.
Dizem que é uma trilogia, esperos que os próximos sejam melhores.

Fernando Coelho disse...

Sim Eder, é uma trilogia, e se seguir a tendência o último livro deve virar 2 filmes!!! Eu esperava um pouco mais, mas revendo uma segunda vez parece mais legal ainda. Abraços!

Postar um comentário

Obrigado por comentar em meu site... desde já agradeço por ler minhas críticas...