11-11-11

11/11/2011 10:12:00 PM |

Uma coisa que preciso parar de fazer, é ir ver filmes com uma expectativa, e não me surpreender com algo. Quando vi o poster com o nome de Darren Lynn Bousman, o qual fez o genial "Jogos Mortais II", que na minha opinião é um dos melhores filmes de terror, já fiquei numa empolgação completa para o longa. Não que o filme seja ruim, muito pelo contrário, é um longa bem interessante, porém está mais para um drama/suspense "religioso demoníaco"com doses homeopáticas de sustos que para um terrorzão mesmo.

O filme nos mostra que após a trágica morte de sua esposa e filho, o famoso escritor Joseph Crone viaja dos Estados Unidos para Barcelona, Espanha, para se reunir com seu irmão Samuel e seu pai  que está morrendo. No entanto, o destino tem um plano diferente para Joseph, pois sua vida torna-se atormentada por acontecimentos inexplicáveis e com aparições constantes dos números 11-11. A curiosidade se transforma em obsessão, e Joseph percebe que este número tem um significado obscuro – não só para si mesmo, mas para toda a humanidade. Isolado em um país estrangeiro, somente com o apoio de sua amiga Sadie, Joseph descobre que 11/11/11 não é somente uma data, é um AVISO!

Darren Lynn consegue amarrar bem o longa, fazendo que ficássemos com a atenção presa do início ao final, porém o que poderia ser uma história mais aterrorizante, acaba ficando mais dramática e porque não dizer pragmática e demoníaca. E acabamos nos assustando mais com cenas pegas do nada que da própria história em si. Sabe aquele lance que sempre falo que adoro, de ficar tenso na poltrona pensando no que pode acontecer, ele infelizmente não ocorre nesse longa e a explosão final de explicações costumeiras que Darren sempre põe em seus filmes e que sempre sempre me fizeram vibrar acabou inexistente nesse longa.

Da parte dos atores, temos boas interpretações com Timothy Gibbs e Denis Rafter, este último responsável por nos dar alguns bons sustos, e o primeiro soube conduzir bem a história de modo que a mesma não ficasse cansativa. Agora a moça Wendy Glenn, até pode ter uma pequenina função se é que entendi uma das cenas finais, porém suas atuações no delongar do filme são completamente inúteis e ruins. Michael Landes até convence com seu personagem, mas principalmente na cena final apenas, nas demais também é quase mero figurante de luxo. Os demais personagens podem ser considerados figurantes, pois ou não tem falas ou nem quase aparecem, e quando aparecem pelo menos não chamam a atenção para si atrapalhando o andamento do longa.

A fotografia escura escolhida soube deixar um bom suspense no ar e não revela bem o motim da história, isso é importante, pois deixa para os 20 minutos finais toda a revelação e com isso nos arrepiar com um bom climax final, porém 100% explicado, ou seja muitos irão reclamar. A arte também soube ser bem explorada com objetos e livros demoníacos que só uma cidade altamente religiosa como Barcelona poderia proporcionar.

Um dos pontos mais favoráveis do longa está na trilha feita por Joseph Bishara, responsável por outras boas trilhas de terror que vimos ultimamente, entre elas Sobrenatural. Com a trilha o longa se torna denso que acredito que era o que o diretor procurava para manter o público conectado à trama.

Enfim, é um filme interessante de se ver, esperava muito mais vindo do diretor, porém ainda assim recomendo o filme, apenas aqueles que não gostam de filmes que envolvam religião ou coisas demoníacas que devem evitar. Encerro por aqui hoje, mas amanhã tem mais. Abraços pessoal.


12 comentários:

Fernando Coelho disse...

Esqueci de fazer um comentário temebroso... assisti na sala 11, e ao sair havia queimado a lâmpada do corredor da sala...sinistro!!!

Gabrile disse...

muito boa critica, vi ela no loucos por filmes.
gostei do blog

Fernando Coelho disse...

Obrigado pela visita Gabrile, e por ter gostado da critica também. Volte sempre tanto aqui quanto lá no site Loucos Por Filmes que estaremos sempre em parceria. Abraços.

Rapha disse...

Show, muito boa a critica. Muito bom seus dois blogs. Você posta mas aqui ou no outro

Fernando Coelho disse...

Olá Rapha, obrigado pelo comentário positivo, meu blog é só aqui... o Israel que comanda lá no outro e me pediu autorização para postar algumas críticas minhas lá. E se prepare para a chuva de críticas na semana que vem, pelo menos 10 críticas garantidas com Festival Italiano + Estréias por aqui, no mínimo pra compensar essa semana fraca.

Tato Mansano disse...

Timothy Gibbs, Denis Rafter, Wendy Glenn e Michael Landes #NatalDoCoelho

Leonardo Coelho Negri disse...

Timothy Gibbs, Denis Rafter, Wendy Glenn e Michael Landes #NatalDoCoelho

Vilma disse...

Timothy Gibbs, Denis Rafter, Wendy Glenn e Michael Landes #NatalDoCoelho

Elias disse...

Timothy Gibbs, Denis Rafter, Wendy Glenn e Michael Landes #NatalDoCoelho

Caio disse...

Timothy Gibbs, Denis Rafter, Wendy Glenn e Michael Landes #NatalDoCoelho

rodrigo freitas disse...

Timothy Gibbs, Denis Rafter, Wendy Glenn e Michael Landes #NatalDoCoelho

Cuba disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Obrigado por comentar em meu site... desde já agradeço por ler minhas críticas...