Padre em 3D

5/14/2011 12:50:00 AM |

Vamos confessar sobre o filme "Padre" que com toda certeza era um dos que eu mais aguardava nesse ano de 2011. E posso falar ao sair da sala agora, me agradou demais, o 3D está impecável(não tem tantos saltos para fora da tela, mas a profundidade de causar inveja em "Avatar"), não é longo ou seja sem encheção de linguiça(apenas 88 minutos) e a história muito bem contada e com muitas cenas de ação.

A história gira em torno de um lendário padre guerreiro que a partir da última guerra contra os vampiros, agora vivem na obscuridade entre outros habitantes humanos indesejados, empezinhados nas paredes das cidades governadas pela Igreja. Quando sua sobrinha é seqüestrada por um bando de vampiros assassinos, o sacerdote quebra seu juramento sagrado para se aventurar em uma busca obsessiva para encontrá-la antes que ela se torne um deles. Ele é acompanhado nesta cruzada pelo namorado de sua sobrinha, um jovem xerife com dedos ágeis, e uma ex-sacerdote guerreira que possui incríveis habilidades de combate. 


Só de reler a sinopse, já é um caso raro, me dá vontade de ir ver novamente coisas que faço pouquíssimas vezes, pois ela como falei é bem contada nos 88 minutos do filme, não ficam enchendo o longa de coisas desnecessárias que apenas atrapalhariam o desenrolar da história. Claro existem muitas coisas estranhas, afinal estamos falando de um filme de ficção, mas toda a ação envolta não nos deixa tão prontos para reclamar disso.


Quanto a direção, muito parabéns para o diretor Scott Charles Stewart que poderia ter levado o longa para uma outra toada mais obscura e aventureira, mas não optou pela ação, com explosões, muitas lutas e motos futuristas voando baixo pelo deserto. Claro utilizou efeitos Matrix nas boas cenas de luta(os quais já não aguentamos mais ver no cinema), mas ficaram legal. Pontos altos do longa são as cenas em que estão na colméia e a ex-sacerdote ajuda o Padre contra um guardião e a briga final, ambas espetaculares.


Da produção, eu simplesmente falei ou a galera da arte digital está simplesmente perfeita com um visual de deserto futurista, ou alguém me fala onde filmaram, porque ficou com uma fotografia muito bonita, algo inacreditável de existir e ao mesmo tempo passando uma realidade incrível.


Outro ponto muito interessante do longa são as trilhas envolventes para toda ação que ele pede, empolgam nas cenas e fazem nas lutas que você junto com o Padre queira socar o vilão. Cairam muito bem encaixadas em todas as cenas.


Bom é isso, tentei não encher de spoilers o que achei dele, mas simplesmente adorei, recomendo com muita certeza, e valeu o ingresso. Quanto a nota poderia dar 9,5 mas como já falei não tenho meio coelhos, então vai com 9. Fico por aqui hoje, nessa semana que estou mais do que feliz, principalmente porque terei muitas estréias para acompanhar, então aguardem que todo dia terá um novo filme aqui no blog. Abraços e até amanhã.



5 comentários:

Cardoso Junior disse...

Tá, me convenceu... Qyero ver!

Néverton E. disse...

Vou é baixar... Nem sei qd vai chegar aqui na Itália

Raffaello disse...

Também gostei do filme porque era o que eu esperava divertido.

Wellington Franke Jr. disse...

deveria ter assistido em 3d esse filme, pois, não achei o "bicho", durante todo o filme, várias cenas me relembravam outros filmes como, Aliens, Matrix, Entrevista com o Vampiro. Também lembrou algumas sequencias do jogo Resident Evil 5 e Hallo... Achei muito clichê, porém, como disse, se assitisse em 3D teria ao menos sido mais divertido.

Fernando Coelho disse...

Sim Wellington tem muito clichê sim no filme, mas o 3D acredito que foi o grande lance que enobreceu o filme e acabou dando um toque a mais nas sequências de ação. Mas para mim ficou um bom filme apesar dos clichês.

Postar um comentário

Obrigado por comentar em meu site... desde já agradeço por ler minhas críticas...